Ser Igreja ...

O título vem depois, porque hoje decidi vir escrevr porque sim ... porque há muito não escrevo nada ...

Ah!
Como há muitos anos faço parte, do que para alguns dos meus amigos até é estranho (talvez louco), da Igreja, vou aqui abrir um pouco da porta e dizer o o qué, para mim, ser Igreja:

1. Abrir a porta da minha casa a alguém, é ser Igreja.
2. Dar um copo de água, é ser Igreja.
3. Estar ao lado, sem ter nada para dizer, e ser somente ouvinte, ou nem isso, é ser Igreja.
4. Dar umas gargalhadas, das parvoíces e desaforos do dia a dia, é ser Igreja.
5. Abrir o coração num momento de tristeza, aflição ou angústia, é ser Igreja.
6. Mostrar o rosto limpo, com uma expressão de desagrado ou fragilidade, é ser Igreja.
7. Juntar-me à congregação ao domingo para Celebrar, é ser Igreja.
8. Discutir assuntos sérios com os meus pares e próximos, é ser Igreja.
9. Falar, mostrar opinião, ser ouvido, discordar, e caminhar junto, é ser Igreja.
10. Sacrificar pelo bem comum, é ser Igreja.


Acho que me fico por aqui ... hoje ...
quem sabe amanhã haverá mais ...
o título será obvio (desculpem) ...

Ser Igreja, será isto e muito mais, basta no outro lado da linha estar alguém próximo que deseje chegar ao mesmo objectivo: de crescer até ao dia da Glória, e não de recolher glória para si mesmo.

aceito opiniões e críticas construtivas ...

Um grande abraço,
taka.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

então cá vai lenha!

Aborto