domingo, 14 de abril de 2013

Misericórdia

Uma das melhores definições que encontrei para Misericórdia é "Perdão concedido unicamente por bondade: graça"

Hoje, foi a palavra que me trespassou a mente durante a minha manhã: Misericórdia.

A misericórdia é usada por nós várias vezes ao dia e nem nos apercebemos ...

Acontece quando somos "agredidos", quer haja intenção ou não, por alguém, logo nos dá uma vontade de responder coma mesma, ou mais violenta, face e decidimos amenizar ou calar a discussão: estamos a usar de misericórdia.

Acontece quando um filho faz algo que nos incomoda e logo de seguida nos pede um abraço, e nós pais damos ser levarmos em conta o anterior momento. Misericórdia.

Temos realmente "sorte" porque Deus usa este sentimento connosco e muito mais vezes do que podemos ter consciência.

Quando temos consciência de que não estamos a fazer o correcto, que sabemos fazer melhor e não nos esforçamos, ou que temos medo de fazer o que o nosso espírito testifica ser o correcto a fazer e ainda assim somos abençoados por Deus, temos que reconhecer a Sua Misericórdia na nossa vida.

Hoje fiquei triste porque vi gente que sabe fazer melhor, que sabe que o modo que esta a fazer não é o mais correcto embora o objectivo e a motivação sejam puros, vangloriar-se com as bençãos de Deus sobre a sua vida, não reconhecendo que somente pela Graça é que fazem o que fazem.

Mas fiquei também aliviado porque sei a Misericórdia de Deus também trabalha na minha vida, e mais vezes do que aquelas que posso contar.

Contra a Vontade de Deus nunca poderemos agir, se Ele age em Misericórdia sobre alguém, ou um grupo, nós não somos ninguém para nos movermos contra o que está a acontecer. Eu não irei agir contra o mover de Deus, porque hoje aprendi que se Ele permite que alguém fale em Seu Nome não devo ser eu a levantar a mão.

Espero que esta pequena dissertação possa alertar, no mínimo, alguém a reconhecer as Misericórdias de Deus na sua vida.