terça-feira, 28 de agosto de 2007

quinta-feira, 23 de agosto de 2007

As coisas acontecem ...

... a vida por vezes é tão atarefada e preenchida que só mesmo com um esforço e determinação suplementar é que se consegue fazer um extra; neste caso o extra é criar algo mais no blog de modo a mantê-lo actualizado.

Desde o último post já aconteceram algumas novas actividades e alguns trabalhos que me deixaram agradecido por poder fazer daquilo que mais gosto: a concepção de um quadro, a decoração de uma parede com um objecto cuja a montagem dos elementos o cliente fica sorridente e admirado, a montagem de uma nova exposição e o contacto com todos os que conhecendo a Arte ou não, gostam de visualizar a beleza de um momento de descontracção ou de determinação.

O que aconteceu?

Um exposição de Desenho e Pintura de António Rocha.
A nova exposição de Noélia Mendes.
Alguns emolduramentos de muitos motivos diferentes: Volumes (Bolas, Calções), Espelhos, Diplomas, Fotografias, etc.

Projectos em desenvolvimento:

Novas Exposições: ainda antes do fim do ano está prevista uma Exposição de Pintura e já definida um Exposição de Fotografia.

Lançamento do Site definitivo: A Enquad'art entregou o seu projecto a Profissionais e vai reformular o seu site, até porque este é provisório, e aí iremos ter novas opções e possibilidades, p.ex. mostrar alguns trabalhos executados.

terça-feira, 17 de abril de 2007

Aprendendo sobre ... Ostras

Bom dia,

Mais uma coisa que, já tinha ouvido falar mas, não sabia ...

é curioso como aprendemos sem querer quando nos sentamos um pouco no silêncio e passamos os olhos com cuidado por alguns pormenores ...

... vejam o esta mensagem e, se puderem, aprendam também ...

e continuem com um bom dia!

terça-feira, 3 de abril de 2007

Belo vs Prático

Aqui está um mote difícil!

E mais uma questão se levanta: pode o Belo ser prático? ou a procura do prático para o dia-a-dia tem que prescindir de ser Belo?

Mais um caminho onde se torna difícil evoluir, no entanto é aqui que os chamados "Artistas" se encontram.
Este é o espaço onde o Designer pode recriar, onde o Pintor pode decorar, onde o Estilista pode manipular os materiais, onde o Escultor pode moldar a matéria.

Este é o espaço da Arte. De uma Arte que pode ser "Dia-a Dia" prática e até chegar a Arte Dura, onde o Prático nada tem a haver com o Belo, e predomina este em deterimento daquele.

Agora quem pode dizer o que é Arte ou não?
Quem pode dizer o que é Belo?
E quem pode dizer que é Prático?

Cada um é como ... não ... gosto mais ... Todos diferentes, todos iguais!
Assim, sim.
Eu acho Belo, tu não. É Arte.
É Prático? para mim não, para ti, sim.

Aqui há Beleza: no poder de decidir cada um pelo seu gosto!

segunda-feira, 2 de abril de 2007

Às novas ... !



É tão bom quando as notícias chegam ... as novas ... porque de velhas já estamos sabidos!

Hoje foi um dia de novas (notícias) que vieram trazer, não só a mim, uma luzinha mais próxima.
É bom quando assim é, alivia o stress desnecessário, alivia o temor do dia seguinte, porque traz um novo stress, um novo feeling de vontade, uma força que vem de dentro e que nos faz avançar dizendo: Agora vai!

Vamos acreditar que estamos em crescendo. Pois ... não estamos lá em cima, no topo. Mas a nova luz diz-nos que o dia de amanhã é melhor, e dá-nos confiança.

Agora vai!

sexta-feira, 23 de março de 2007

Mostra: Bravo 2007

... na enquad'art

Breve Biografia:

Joaquim Lopes de Mira Bravo.

A sua Arte toca em vários movimentos da História da Arte: Expressionismo, Pop Art (Novo Abstracionismo), etc.

- Nasceu a 7/12/1935.
- Estudou no Liceu Garcia de Resende - Évora e na Faculdade de Letras de Lisboa
-De volta a Portugal, depois de 2 anos na Alemanha, onde dedicou-se a estudar e reorganizar o seu trabalho, fixa-se em Lagos.
-Morre em Lisboa no ano 1990, em pleno momento de criação e reconhecimento.

Esta Mostra irá apresentar 15 trabalhos da Colecção Particular da Família.
Data da Exposição: 14 de Abril a 2 de Junho/2007

Novo projecto

Breve historial:


Quando 2 amigos se juntam nos finais de Setembro/2006 para conversar e juntar ideias, surge o novo projecto: a enquad'art.

Desde essa data até meados de Janeiro, uma luta constante até encontrar os parceiros e realizar a linda obra (desculpem a falta de modéstia) que as nossas Arquitectas desenharam.

Agora com tudo pronto e sem inauguração, simplesmente desenrolando, ou melhor enrolando, as cortinas para se ver de fora para dentro abrimos ao público em geral um novo conceito de combinar o Bem-fazer quadros com o Bem-estar de ver Obras de Arte num espaço dedicado à Exposição.



sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Nova vida

Este post é uma celebração aos novos nascimentos.

A dificuldade de cada um para produzir uma "nova vida", creio eu, é proporcional à felicidade que o novo estado traz. Assim creio que cada vez que alguém passa por um nascimento mais doloroso ou problemático poderá daí extrair mais alegria e descanso. E não digo isto somente para o nascimento real de uma criança.

Assim se passa também com o novo nascimento de um casal, de uma amizade, de um negócio, etc.
Creio que a maior dificuldade é o nascimento e os momentos consequentes que indiciam recuperação, aprendizagem e experimentação.

Se estes três momentos forem bem vividos, assimilados e extraído deles o maior proveito poderemos depois desenvolver a vida com mais descontração e resultado.

Nasçam bem ... para viver bem!


Já agora um pequeno, muito pequeno (pelo tamanho da letra ainda mais pequeno parece) comentário à vida, ao aborto, e ao referendo que se apresenta:
Votem Não!

quarta-feira, 17 de janeiro de 2007

Aprendendo e vivendo ...

e o que achas de te conheceres cada vez melhor? sabes que muitas vezes até a nós mesmos nos surpreendemos.
Perante as novas situações que a vida nos apresenta, nem sempre reagimos como estávamos à espera e até como muitas vezes expressámos aos nossos próximos, quanto mais amigos.
Acho eu que, o nosso melhor amigo é aquele que mesmo nos nossos erros consegue (não é confiar, porque muitas vezes deixamos mesmo de confiar) dar-nos o benefício da dúvida e no final perceber que poderia ter sido consigo mesmo.

E se fosse? como é que os meus amigos reagiriam comigo?

Seria bom que conseguissemos mesmo "tirar o argueiro que está no nosso olho" e não acusar "o cisco no olho do nosso amigo".

Amigo, amigo, mesmo amigo ... só há Um!

[[]], Mano