segunda-feira, 29 de agosto de 2005

Olá ... há muito tempo ...

... que não aparecia ...!

há precisamente 20 dias que não escrevo nada: uns dias porque não me apetece ( há dias assim!), outros porque tou chateado e não quero (tenho o direito!), outros simplesmente porque não me ocorre nada, mas não fiquem V/ ex.as a pensar que não venho ver se me escreveram algum Post ... alguma crítica ... há quem não goste ... desculpe-me eu gosto! mas até agora também ninguém me ligou mais, népias ... não é possível! ... tou mesmo sozinho ... coitadinho! lol

não sei se tenho andado a aprender alguma coisa ... mas nos fins-de-semana tenho ido à praia ... apanhado Conquilhas, Ameijoas, Berbigões, Carangueijos (não eu! - tenho medo das mordidelas) e depois vou com a famelga mariscar e comemos tudo ... menos eu: que não como os caranguejos!

Quem me conhece ... já nem liga ... quem não me conhece pergunta porquê ...

Hoje estou assim ... outro dia estarei melhor!

Um bem haja,


P.S. O que tenho andado a fazer? o site do CCFV: vejam lá! ainda não está actualizado ... mas em breve haverá novidades!

terça-feira, 9 de agosto de 2005

Preocupações ... e descanso.



Preocupados? mais uma lição ... entreguem tudo ...
...um amigo meu diz "Entrega a uma força superior",
eu digo: à Ùnica força superior!

sábado, 6 de agosto de 2005

Hoje tá difícil ...

o dia até custa a passar ... estou desejando aprender mais qualquer coisinha! é que isto está mesmo parado ... é que está mesmo.

Ontem, é que aprendi, ou se calhar não, relembrei o que já tinha aprendido e que muitas vezes esqueço ... eu explico:

Ontem, na Rede de Jovens, falou-se de integridade, falou-se de grandes homens, que tiveram que renunciar a prazeres ilícitos, para se manterem "no topo", mesmo estando "em baixo" (...é possível?).

Claro que sim, mantendo a integridade mesmo que estejamos em dia mau podemos nos manter "no topo", ou seja, acima dos padrões e conseguir não ser afectado pelas acusações que tão de perto nos rodeiam.

Grande confusão, mas prestem atenção. ainda podem aprender algo, mesmo no meio da confusão.

Sabias ?

... mais cartoons ...

terça-feira, 2 de agosto de 2005

Por onde nos movemos?

Quando os sentimentos nos surpreendem, o que devemos fazer?

Todos temos sentimentos que nos surpreendem, quer pela positiva quer pela negativa, o que devemos fazer com eles? Aprender está claro!

Pela conquista daquilo que lutamos ou pela derrota dos nossos desejos, voltamos a sentir algo mais ... porém agora que sentimos não vamos reagir pelo que sentimos, reagimos pelo que conhecemos.

O conhecimento na hora da decisão é mais importante e deve ter mais peso do que o sentimento.

O sentimento é um sabor, ás vezes doce outras amargo, o conhecimento é sempre a base ... quase, e desculpem-me a comparação, como um medicamento, o conhecimento como princípio activo e o sentimento o gosto quando o tomamos.

Centremo-nos no conhecimento, sem desperdiçar o sentimento!

segunda-feira, 1 de agosto de 2005

Repartir....?

... sabendo nós que os sentimentos nos ajudam a progredir na vivência quotidiana, devemos nós reparti-los com os que nos rodeiam?

O repartir um sentimento é , mais uma vez, uma definição subjectiva, aliás, em questões de sentimentos não existe outra coisa mais do que subjectividade, no entanto o nosso próximos que nos conhece bem, ou começa a conhecer-nos, sabe o que estamos a sentir ... ou não ... (como se diz hoje!).

Precisamos antes de mais saber escolher quem nos rodeia e deixar essa pessoa a ter a vontade de "carregar" connosco o nosso sentimento, somente depois poderemos decidir quem está, ou não, habilitado a suportar o nosso quotidiano.